Hoje, se fala muito sobre responsabilidade social, mas você sabe o que esse conceito representa? Do ponto de vista institucional, a responsabilidade social pode ser compreendida como uma conduta ativa das organizações diante de determinados contextos vulneráveis da sociedade.

É importante não confundir os conceitos de responsabilidade social e o de filantropia. Enquanto este último tem como objetivo exercer a caridade, a responsabilidade social convida instituições a refletirem sobre os seus processos, reverem a sua gestão, o impacto social que causam na população e o desenvolvimento de projetos que contribuam com a comunidade. É muito mais sobre ter um olhar mais amplo das realidades que as envolvem.

 Como ser uma organização com responsabilidade social?

Ter conhecimento sobre as áreas mais deficientes de uma sociedade não basta, é preciso se debruçar sobre elas, desenvolvendo e implementando ações que transformem aquela realidade.

É importante frisar que ao elencar a responsabilidade social como uma prioridade, a organização estabelece-a também como um valor intrínseco à sua cultura. Com isso, funcionários que se sentirem identificados com aquela causa tendem a ser mais colaborativos, já que isso aponta que, muito mais que o lucro, a empresa preza pelo bem-estar e desenvolvimento da população.

E por falar em colaboradores, a responsabilidade social também deve ser reforçada internamente. Do mesmo modo que desenvolver iniciativas que garantam mais qualidade de vida para a comunidade, assegurar o bem-estar da própria equipe é uma atitude que demonstra coerência.

Assim, é importante priorizar as condições adequadas de trabalho visando a segurança, promovendo a boa convivência entre os colegas e valorizando o papel de cada um dentro da instituição.

Como exemplo institucional de ações de responsabilidade social, podemos citar a arrecadação de agasalhos e cobertores entre funcionários, tendo como destino o envio a uma determinada instituição ou entrega em pontos da cidade onde haja concentração de pessoas em situação de rua.

Ações como essa, além de aproximarem os membros de uma equipe em prol de um objetivo comum, criando afinidade entre eles, ainda promove uma atitude de solidariedade aos que mais necessitam.

Responsabilidade social como exemplo de cidadania

Saindo do contexto organizacional, há outras formas de impactar socialmente a comunidade, inclusive individualmente ou então sendo o ponto de partida para a criação de grupos que tenham esse objetivo. Que tal tomar essa iniciativa? Afinal, o importante é começar de algum lugar.

Observe com mais atenção a comunidade onde você mora, onde trabalha. Identifique os pontos de vulnerabilidade e de que forma seria possível ajudar.

Quem sabe plantando mudas de árvores em uma praça comunitária, garantindo mais oxigênio às gerações futuras? Ou atuando como voluntário em uma instituição?

Muitas situações no mundo precisam de pessoas, basta desenvolver um olhar mais atento para compreender como é possível ajudar e buscar uma causa com a qual mais se identifique.

Aqui na IAM, você encontra várias maneiras de ajudar, uma delas é a Campanha IAM na Vizinhança onde você pode ser um embaixador da IAM divulgando a campanha no seu prédio, condomínio, empresa ou até entre amigos e familiares.

Saiba mais sobre a Campanha entrando em contato com a IAM pelo WhatsApp 11 9 3221-5781 ou telefone 11 4176-8600.

A cultura da responsabilidade começa em cada um de nós!